Taboão da Serra

Cats perde para o Joinville e está eliminado da Copa São Paulo

Foto: Ricardo Vaz

O Clube Atlético Taboão da Serra perdeu para o Joinville por 3 a 1, e se despediu da Copa São Paulo 2018. O jogo aconteceu na tarde desta quarta-feira, dia 10, no estádio Vereador José Feres, em Taboão da Serra, pela terceira rodada do grupo 24. Na partida preliminar o Real de Brasília venceu o São Paulo Crystal da Paraíba por 2 a 0.

Os gols da vitória do JEC por 3 a 1, foram marcados por Daniel Baianinho, Janderson e Daniel Cercal. O gol do Taboão foi marcado por Gama no final da etapa complementar.

Taboão precisa vencer para seguir na Copinha e contou com o apoio da torcida. O Cats entrou em campo buscando o gol, mas pecava nas finalizações. Mas foi o Joinville, que precisava apenas de um empate, quem abriu o placar no primeiro tempo com Baianinho.

O Cats teve a chance de empatar aos seis minutos do segundo tempo, mas Caio bateu mal, e o goleiro Nicolas defendeu. Nervoso e perdido em campo, o time casa tentou, buscava o gol, mas não conseguia furar a marcação JEC.

E aos 39 minutos Janderson ampliou para os visitantes e Rodrigo Cercal marcou o terceiro do time catarinense logo em seguida. E aos 42, Gama diminuiu para o Taboão. O Cats ainda teve uma bola na trave aos 44 minutos.

O técnico Axel falou sobre a derrota e desclassificação do Cats na Copinha. “Foi decepcionante sair fora na primeira fase, não é algo que nós esperávamos. Pelo nível, tínhamos condições. Trabalhamos duro para isso, poder passar, classificar […] Mas sempre a responsabilidade é do treinador. Eu sempre tomo essa frente quando as coisas não funcionam. Não posso pesar toda a culpa aos atletas, eles são jovens, tem muita coisa pra aprender ainda, pra evoluir, mas infelizmente, a competição não permite, não te dá esse tempo. Você realmente tem que estar o mais pronto possível”, lamentou.

Axel comentou as falhas do time, e citou o pênalti perdido. “Hoje estivemos bem na partida, mas são lances individuais que ocasionam o gol, e também são lances individuais que definem, um empate, outra vez perdemos pênalti. Aí fica difícil você se tornar competitivo cometendo erros infantis no sistema defensivo e quando você tem a chance de fazer os gols você não faz”, comentou.

Sobre o futuro, Axel falou que agora é “procurar trabalhar, reformular algumas situações da base, pensar nesse sub.20 para que seja piloto para o ano que vem, para poder montar uma equipe mais competitiva. Ter jogadores já trabalhando pelo menos um ano no clube. Pra poder corrigir, chegar mais maduro na competição para que não aconteça de novo o que aconteceu hoje”.

Com o resultado, o Joinville terminou a fase classificatória da Copinha invicto, com duas vitórias e um empate, com 7 ponto, na primeira posição do grupo 24. O Real de Brasília ficou em segundo, com uma derrota, um empate e uma vitória – 4 pontos. Desclassificados, Taboão e São Paulo Crystal (PR), terminaram a competição com 2 pontos, dois empates e uma derrota cada. Avançaram na Copinha, o JEC  e o Real.

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *